Objetivo X Conteúdo X Método

A necessidade inexplicável de se expressar artisticamente através da música conduz muitas pessoas a adquirirem um instrumento musical e buscar instruções através de escolas de música, professores particulares ou até mesmo à alguns recursos mais atuais como os aplicativos.

Observo que hoje em dia, em meio a tantas informações disponíveis, muitas vezes nos questionamos: O quê e como estudar? Como selecionar as informações que poderão me conduzir a adquirir as ferramentas que necessito para me expressar musicalmente?

Com base nisso, apresento para você uma técnica que me ajudou (e ajuda!) muito na organização dos meus estudos na música.

A técnica apresentada aqui consiste em três etapas: Objetivo X Conteúdo X Método. É fundamental você realizar uma boa reflexão e análise em cada etapa, pois caso você preencha com alguma informação que não faz parte dos seus reais objetivos, você certamente terá mais dificuldades em atingir um bom desempenho e isso poderá trazer algumas doses de frustrações.

Objetivo:

Seja por hobby, ou seja pela vontade de tornar-se um profissional do ramo, cada estudante de música possui um objetivo. O objetivo pode mudar com o passar dos tempos, e isso é natural, mas é nele que devemos nos concentrar inicialmente para que assim possamos ter um planejamento claro de como poderemos atingi-los.

Quando não estabelecemos de forma precisa quais são nossos reais objetivos nos estudos musicais corremos o risco de não obter a tão desejada evolução que almejamos, pois acabaremos investindo nosso precioso tempo em assuntos que talvez possam não fazer parte do que realmente almejamos dominar.

Cada pessoa possui um objetivo. O que você busca? Aprender os acordes das músicas que você gosta para tocar violão com os amigos num churrasco? Ou seu objetivo é aprender todos os solos de guitarra do Slash? Ou gostaria de conseguir improvisar um Blues ao estilo do Eric Clapton? Ou quem sabe gostaria de aprender as técnicas da guitarra e a teoria musical para criar suas próprias músicas? Ou seu objetivo é aprender todas as ferramentas necessárias para tornar-se um músico profissional?
Esta questão é muito importante para que você consiga atingir o resultado que você busca.

Conteúdo:

Após definir o objetivo, devemos analisar o conteúdo, ou seja, quais as ferramentas necessárias para realizar o objetivo desejado. A orientação de um professor de música ou de um profissional experiente na área musical pode ser muito importante nesta fase para que você consiga listar com precisão os assuntos que precisará dominar. Após filtrar quais os conteúdos necessários, você terá um maior aproveitamento de tempo ao estudar as ferramentas condizentes com os seus objetivos.

Método:

A palavra método vem do grego, methodos, composta de meta: através de, por meio, e de hodos: via, caminho. Podemos encarar seu significado como “tentar ordenar o trajeto através do qual se possa alcançar os objetivos” ou “caminho para chegar a um fim”.

Assim como cada um possui um objetivo, cada um possui uma forma, um método que se sente mais confortável em utilizar para estudar. Uns possuem uma característica rigorosa, criando uma grade de horários e seguindo rigidamente a mesma. Outros preferem estudar através de um formato um pouco mais “light”. Mas independentemente do método utilizado, é importante frisar que o seu desenvolvimento é proporcional à qualidade do seu tempo de estudo. Se um estudante estuda 2 horas por dia, com foco, atenção, disciplina e determinação, poderá apresentar um avanço mais significativo se comparado a um estudante que fica em média 6 horas diárias disperso com o instrumento. É importante você encontrar a sua melhor forma, ou seja, o método que funcione melhor pra você estudar, e o aplique constantemente.

Abaixo, apresento um Plano de Estudo, que eu utilizo há alguns anos nos meus estudos de guitarra, como exemplo de um método para que você possa se organizar semanalmente e consequentemente visualizar sua evolução ao longo dos tempos. Você deve adaptar este Plano de Estudo ao número de assuntos e ao número de horas que você desejar.

Espero que esta técnica de estudo baseada na tríade “Objetivo X Conteúdo x Método” possa auxiliá-lo em seus estudos musicais e inspirá-lo a encontrar a sua melhor maneira de se desenvolver e consequentemente se expressar no instrumento. É interessante refletir sobre como este processo é puramente pessoal, interno. Trata-se de você se encontrar com você mesmo artisticamente e de buscar as ferramentas necessárias para expressar as ideias ou sentimentos que te inspiram de alguma forma.

Siddhartha Gautama, o Buda, há cerca de 2600 anos atrás, descreveu isso de forma interessante:

“Não se apresse em acreditar em nada, mesmo se estiver escrito nas escrituras sagradas. Não se apresse em acreditar em nada só porque um professor famoso que disse. Não acredite em nada apenas porque a maioria concordou que é a verdade. Não acredite em mim. Você deveria testar qualquer coisa que as pessoas dizem através de sua própria experiência antes de aceitar ou rejeitar algo.”
(Siddartha Gautama, o Buddha, Kalama Sutra 17:49)

Compartilhe conosco as suas ideias sobre como organizar os estudos musicais! Obrigado pela sua atenção e até o próximo post!

Tags: ,